TODAS as Coisas Cooperam

Vivemos em um mundo positivista hoje.  As pessoas perderam a habilidade e a sensibilidade de lidar com as perdas, com o sofrimento e com a dor. Em relação aos cristãos, isso se acentuou ainda mais, pois o sofrimento, as perdas e a tristeza que sentimos foram colocados exclusivamente na “conta” do diabo ou do pecado.

Mas será que realmente tudo o que em nossa mente é tomado como mau, é causado em nossas vidas por influência maligna ou dos nossos pecados?

É certo que existe uma influência maligna sobre o mundo causando todos os tipos de males e que nossos pecados muitas vezes nos levam ao sofrimento e a caminhos tortuosos que são danosos para nossas vidas. Contudo, o justo nunca foi isentado do sofrimento nem da angústia.

“A tristeza segundo Deus produz um arrependimento que leva à salvação e não remorso, mas a tristeza segundo o mundo produz morte. Vejam o que esta tristeza segundo Deus produziu em vocês: que dedicação, que desculpas, que indignação, que temor, que saudade, que preocupação, que desejo de ver a justiça feita! Em tudo vocês se mostraram inocentes a esse respeito”. 2 Coríntios 7:9-10

Paulo foi um homem que sofreu demais, desde sua conversão até sua morte. Ficou cego em seu primeiro encontro com Jesus, foi rejeitado pelos discípulos por ter sido perseguidor, foi perseguido, expulso de várias cidades, apedrejado, humilhado e morto de forma violenta, como relatam estudos.

Contudo, Paulo foi talvez o maior missionário da história da Igreja, tendo levado a pregação do Evangelho a grande parte do mundo conhecido em sua época, além de ter testificado todas suas experiências em diversas cartas que fazem parte da Bíblia Sagrada. Paulo após sua conversão, sempre se mostrou humano em demonstrar que estava sofrendo, ao mesmo tempo em que sabia que tudo o que lhe acontecia servia para que ele se tornasse  como Jesus e pudesse realizar as obras que ele realizou.

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. Romanos 8:28

TODAS as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, não somente aquilo que desejamos. Se reconhecemos o cuidado de Deus como nosso Pai, também devemos confiar que tudo aquilo que acontece em nossa vida acontece a fim de nos preparar para o propósito que Deus tem conosco, a saber, sermos parecidos com Jesus e darmos bons frutos.

“De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos. Trazemos sempre em nosso corpo o morrer de Jesus, para que a vida de Jesus também seja revelada em nosso corpo”. 2 Coríntios 4:8-10

Em meio a todo o sofrimento, Paulo conseguiu atingir a maturidade que todos nós devemos buscar. Não devemos ter fé pela fé, com o fim nela mesma. Fé não é acreditar em milagres, fé é você conhecer o Deus que você serve. Fé que foi consumada por Cristo na Cruz e forjada na nossa vida com fogo, a fim de sermos parecidos com Ele.

Sendo assim, Deus transforma a nossa vida quando nos diz sim e quando nos diz não, quando nos cura e quando não nos cura, quando nos dá vitória e quando nos deixa sermos derrotados. Os valores do mundo não são os valores de Deus, os pensamentos do mundo não são os pensamentos de Deus e as recompensas oferecidas pelo mundo e o sentido de sucesso e prosperidade também diferem dos de Deus.

“Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada”. Romanos 8:18

Logo, andemos com atenção, confiemos no Senhor, pois Ele tem cuidado de tudo para que possa atingir o alvo em nossas vidas.

Minha oração é que cheguemos à maturidade de em todas as coisas glorificarmos a Deus e através disso sermos transformados  para que sejamos como Jesus, aquele em quem não havia pecado, maldição ou vergonha e que foi condenado, moído, humilhado e pregado no madeiro para que pudéssemos ser livres de todo o pecado, maldição e vergonha.

Rafael Câmara Alves

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!