Sozinho, Você Está Casado Consigo Mesmo

*Texto de Phillip Holmes

Frequentar uma academia não vai transformar instantaneamente o seu físico. Começar um blog não vai te fazer imediatamente  um bom escritor. A compra de um piano não fará de você um músico. O mesmo princípio é verdadeiro para o casamento. Casar não fará de você um bom cônjuge ou uma pessoa melhor.

Quando eu era solteiro, eu pensei que o casamento pode ser uma “bala mágica”. Eu acreditava que ele iria milagrosamente transformar-me. Eu achava que de repente possuiria uma nova medida de amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e auto-controle que eu ainda não tinha conhecido ou experimentado como um homem solteiro. Eu acreditava que uma vez que eu dissesse, “eu aceito”, veria o mundo através de uma perspectiva diferente e me tornaria um homem responsável e amoroso, ou melhor, um marido responsável e amoroso.

Eu provavelmente teria negado acreditando alguma das situações acima se você tivesse me perguntado antes do casamento. Particularmente, porém, eu acreditava que o casamento era o elo que faltava na minha viagem à semelhança de Cristo. Eu não poderia estar mais errado. O casamento não irá mudá-lo imediatamente. Só vai expor o que já estava dentro de você.

Matando o pecado enquanto é solteiro

Alguns cristãos solteiros vivem uma vida de passividade. Muitas vezes, há pouca ou nenhuma responsabilidade em suas vidas. Portanto, pecados secretos sobrevivem. Solteiros entram em diferentes tipos de imoralidade sexual, dão pouco ou nada de si para a igreja, mal assistem ao culto de domingo, passam seu tempo livre à toa, raramente lêem a Bíblia ou oram, e dão pouca atenção ao pecado que ainda abunda em seu coração. Grande parte isso era verdade para mim na minha solteirisse.

Mas, com os recém-casados, uma verdade incômoda é descoberta: O solteiro ainda reside dentro de você. Se você é preguiçoso, irresponsável, egoísta, arrogante, ganancioso, ou lascivo quando você é solteiro, você vai ser tão (ou mais) preguiçoso, irresponsável, egoísta, orgulhoso, ganancioso, ou lascivo depois de dizer “eu aceito”.

É essencial que não adiemos a prática de matar o pecado em nossas vidas. Os pecados que embaraçam você, quando é solteiro, continuarão inevitavelmente a enredar-lo no casamento. No entanto, não se deve escolher  matar o pecado simplesmente porque você quer ser um bom cônjuge; você deve matá-lo, porque você quer viver uma vida feliz e santa, seja qual for o seu estado civil.

Paulo avisa a todos que “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23) e que devemos matar o pecado “o que é terreno em vós” (Colossenses 3: 5). Este ordenação não é simplesmente para o casado, mas para os solteiros também. Se você não matar o pecado agora, ele irá matá-lo depois, caso não te arrependas.

Paulo também expõe o grande perigo em adiar a prática de matar o pecado conhecido em nossas vidas:

Por isso Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si. . .

Por isso Deus os abandonou às paixões infames. . . .

E uma vez que eles não  reconheceram a  Deus, Deus os entregou a um sentimento perverso de fazer o que não deve ser feito. Eles foram preenchidos com todos os tipos de injustiça. . . . Embora conheçam o justo decreto de Deus que os que praticam tais coisas merecem morrer, eles não somente as fazem, mas dão a aprovação para os que as praticam. (Romanos 1:24, 26, 28-29, 32)

Deus os entregou porque “eles [conheciam] o justo decreto de Deus que os que praticam tais coisas merecem morrer”, mas continuaram nestas coisas, em vez de se arrepender. Embora esta passagem aborda a imoralidade sexual, é evidente que também inclui “fofoqueiros, caluniadores, inimigos de Deus, insolentes, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais, insensatos, desleais, sem coração, [e] implacáveis” (Romanos 1:29 -31).

Esta passagem é um aviso para todos nós, especialmente para pessoas solteiras, do risco no despojo (por qualquer motivo) a morte do pecado. Eu digo especialmente à pessoas solteiras, porque vocês estão vivendo sem a responsabilidade do dia a dia de um cônjuge. É uma coisa perigosa se entregar ao seu pecado. É assustador saber que podemos um dia chegar a um ponto em que não podemos ver a loucura suicida de nossas transgressões.

A grama é mais verde verdadeiramente em Jesus

Todos nós já ouvimos o ditado, “A grama é sempre mais verde do outro lado da cerca.” O ditado é destinado a abordar o descontentamento do homem com sua posição ou situação atual. Todos nós pensamos que seríamos  mais felizes se estivéssemos  em um conjunto diferente de circunstâncias. O mesmo ditado é verdadeiro para o nosso estado civil. A maioria de nós sabemos de solteiros que querem se casar ou pessoas casadas que querem estar solteira novamente. Por quê? Achamos que o nosso atual estado de descontentamento é externo, em vez de interno.

O descontentamento com as circunstâncias atuais está perto da raiz da expectativa de cada pessoa de que o casamento irá imediatamente alterá-los. O casamento “tornou-se” progressivamente o seu Espírito Santo e o dia do casamento se tornou seu Pentecostes. Mas após o dia do casamento ter passado e a fase da lua-de-mel vai acabando, eles descobrem que a cerimônia carece do poder salvador e santificador que eles precisam, e eles ainda são a mesmas pessoas pecaminosas de quando eram solteiros.

É espiritualmente e eternamente irresponsável adiar a necessidade de matar o pecado como uma única esperança de que uma vida diferente (casamento) o fará santo e feliz. Só Jesus pode nos fazer felizes. Independentemente de nossas circunstâncias atuais, a grama é mais verde com Jesus. Correr para ele. Arrependa-se dos seus pecados. Beber da única fonte que pode saciar a sede que está dentro de todos nós.

Não, o casamento não vai mudar instantaneamente você. Deus, por causa de Cristo e por meio de seu Espírito Santo, vai mudar quando você se entregar a ele, seja casado ou solteiro.

Tradução: Camila Plens

Fonte: DesiringGod

  1. 14 de fevereiro de 2017

    A paz seja conosco! Neste texto vi Deus falar comigo! Texto ótimo!

  2. 9 de junho de 2017

    A paz!
    Li alguns textos e gostei muito. Trabalho com adolescentes e gostaria de pedir se pode me mandar por e-mail seus textos?
    Obrigada.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!