Louvor

Recentemente o publico evangélicos vem sido contaminado com louvores egocêntricos intitulados de “ADORAÇÃO À DEUS,onde boa parte jovens se contaminam com o pecado,e se justificam com versículos bíblicos isolados, julgando-se adoradores de Cristo.

Com bases mundanas e frases sem sentido, pulam, sapateiam e até caem em espírito determinando que sua vitória foi decretada por Deus,exaltam ao homem como centro de todo o universo,e até amaldiçoando os que ousam se levantar contra seus ideais.

Mas vamos analisar o a Bíblia diz sobre isso! Em Isaías 42:8 Deus nos diz que não divide sua glória, nem louvor com ninguém nem mesmo com esculturas.Mas então você irá me dizer:OH! Não,eu não adoro esculturas,eu adoro ao DEUS vivo e fiel,isso não se aplica a mim !!!

Segundo o dicionário de Língua Portuguesa a palavra ADORAÇÃO refere-se ao ato de “prestar culto a “;”ter muito amor a” , o grande problemas dessas canções é que ao invés de levantarem a igreja em louvor á DEUS, promovem artistas a fama, ao enriquecimento,nem mesmo o próprio Jesus aceitou ser adorado quando em Matheus 4:10 disse que somente a Deus devemos adorar e servir.

Outro grande problema é que quando os louvores descrevem alguma verdade bíblica,a vida do tal “Levita” não é um exemplo,confessando com suas bocas uma verdade que não vivem (Isaías 29:13). Mas como saber se as canções na qual eu pretendo cantar ou ouvir são inspiradas por Deus ou não? O primeiro passo é saber que não existe uma forma de se exaltar a Deus por meio de cânticos sem conhecê-lo, a Bíblia é um ótimo guia para a tarefa não apenas pra a inspiração em canções, mas para que aquele que as entoam vivam de acordo.

O principal objetivo do louvor deverá ser para inspirar a congregação na adoração durante o culto,anunciando as boas novas ou pra inspiração na leitura da palavra pois todo ou qualquer louvor que se diz “Adoração a Deus”, mas não tem como objetivo anunciar o seu reino não deveriam ser aceitos em nossos meio, mesmo que a letra seja poética e a melodia aplaudível.

O numero de louvores com distorções bíblicas cresceu de tal forma que até mesmos as mensagens mais claras claras nas escrituras sofrem a alterações,um grande exemplo disso é uma canção onde Lázaro convida Jesus para que a pedra onde ele estando morto seja removida,no minimo ilógico!Existe uma frase onde o Reverendo Augustus Nicodemus cita : “Cristo morreu pra tirar os seus pecados não sua inteligência”, mas a Bíblia também nos exorta usar a sabedoria “cantando louvores com inteligência (Salmos 47:7),bendizendo o nome de Deus desde agora para sempre (Salmos 113:2), pois Ele é SANTO (Isaías 6:3), AMOR (1 João 4:16), porque é MISERICORDIOSO e CLEMENTE, vagaroso em irá-se e ABUNDANTE em BENEVOLÊNCIA e em VERDADE (Êxodo 34:6), um Deus com tantos atributos é merecedor de louvor de que em cada uma de nossas ações (1 Coríntios 10:31).

Louvar a um Deus que sacrificou seu único filho por amor a homens que só lhe trouxeram desgosto merece toda a honra, toda adoração e todo louvor,é um privilegio Homem algum se compadeceu de nós, e nem há ser algum digno pra ser louvado,todos nós estamos cobertos de pecados e imundice, na qual por mais bem que faça não é capaz de salva-se, mas que através do sacrifício de Cristo,torna-se justificados diante de um Deus que merece nossa mais sincera oferta:um coração puro e reto, capaz de ama-lo e adora-lo de todo coração, tua alma e entendimento (Mateus 22:37).”

Miriam Lis

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!