O Velho Homem Tenta Ressuscitar Todos Os Dias

O Senhor olha dos céus para os filhos dos homens, para ver ser há alguém que tenha entendimento, alguém que busque a Deus. Todos se desviaram igualmente, se corromperam; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer. Salmos 14:2-3.

 

O pecado entrou na humanidade através de um único homem, Adão, e por causa disso,  todos temos que lutar contra as nossas vontades que tendem a fazer o mal, lutar contra a nossa carne e lutar contra os nossos desejos. As escrituras sagradas claramente nos mostram o quão depravados somos, o quão  tendenciosos ao pecado nós somos, e contra essa verdade.Alguns textos bíblicos mostram a inclinação do homem para fazer o mal, vejamos:

 

E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás. Gênesis 2:16,17

 

Quando pecarem contra ti (pois não há homem que não peque), e tu te indignares contra eles, e os entregares às mãos do inimigo, de modo que os levem em cativeiro para a terra inimiga, quer longe ou perto esteja. 1 Reis 8:46

 

Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe. Salmos 51:5

 

Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? Jeremias 17:9

 

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.  1 Coríntios 2:14

 

Um exemplo de como temos o mal dentro de nós e que nascemos no pecado, é que uma criança não aprende a mentir, ela mente sem que alguém precise ensinar ela a fazer isso. Paul Walsher disse uma vez a seguinte frase:

Deixe uma criança viver de modo que quiser e depois de 10 anos, você verá o monstro que ela virou.”

Martinho Lutero também corrobora com este pensamento,  ele diz:”Achei que o velho Adão havia se afogado nas águas do batismo, mas descobri que o miserável sabe nadar”.

E o que devemos fazer para que não sejamos mais nós homens e mulher voltados para o mal?

 

Primeira atitude: Agir assim como proclama o Espírito Santo: “Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração”. Hb 3:7-8a.

Ouvir a voz de Deus e nos voltarmos para Ele, buscar a sua face, viver uma vida na qual deixaremos para trás todas as coisas que nos incentivam a voltar às práticas do pecado. Firmar em nossa mente que uma vida de pecado desagrada a Deus e que isso irá nos afastar cada vez mais e mais de sua santa presença.

Segunda atitude: Largar os velhos hábitos, deixar de frequentar aqueles lugares que nos fazem recordar de nossos erros, abandonar a velha prática.

Terceira atitude: Mudar nossas companhias. Paulo disse em uma de suas cartas: “Não vos enganeis! As más companhias corrompem os bons costumes” 1Cor 15:33.

Abandonar a velhos “amigos, camaradas” que nos levam para longe da vontade de Deus e nos fazem mal.

Por fim deixo aqui uma atitude, não a última, pois existem várias coisas que devemos fazer, mas uma das mais importantes: “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; E calçados os pés na preparação do evangelho da paz;Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos” Efésios 6:11-18.

Busque uma vida de busca e oração, uma vida de santificação e consagração ao Senhor.

Oremos para que Deus nos ajude nessa caminhada, para que Ele nos ajude a vencer essa luta diária, que Ele nos ajude a sempre andarmos em sua santa presença.

Chego à conclusão que é impossível abandonar o pecado por si mesmo, por minhas forças, e vejo que somente pela Graça de Cristo Jesus que iremos abandonar a prática do pecado, e sem ela nada somos e nada seríamos!

Que Deus te abençoe.

Saulo Brunello.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!