O Que é o Avivamento-

A palavra “avivamento” não é encontrada na bíblia, assim como “onisciência”, “onipotência” e “onipresença”. Mas, podemos ver grandes sinais de casos de avivamento. No livro do profeta Habacuque, encontramos a palavra avivar (Hb 3:2). Geralmente a palavra significa “despertar”, “apressar”, dar “vigor”, uma “cobrança de despertamento”, como por exemplo, ”acorda, tu que dorme” (Ef 5.14). Em Salmos 85.6 vemos o salmista falando ”Por ventura não tornará a vivificar-nos, para que em ti regozije o teu povo?!” Um sinal do avivamento é a satisfação no Senhor.

O avivamento está longe de ser aquela reunião onde vários “crentes” falam em “línguas estranhas”, pulam e rodopiam. Nestas, ouvimos até falar que se o expositor da palavra não tiver “autoridade” no que fala, então não é avivado. Avivamento é, na realidade, o ato sobrenatural de Deus na vida do Cristão, quando o Senhor lhe abre o coração, o preparando para a compreensão e boa obra, principalmente quando esta tem o objetivo de tornar Sua Palavra conhecida no meio do povo (Hb 3:2).

Características De Um Falso Avivamento

A) O anunciar um avivamento inexistente. Há falta de maturidade e discernimento em conhecer um ministério em decadência espiritual.

B) Tem data, hora e local marcado para acontecer, e não acontece só quando aprouver a Deus.

C) Participação em vários eventos religiosos, e pouca mudança de vida – principalmente no círculo familiar.

D) Pular, dançar e “cair no espírito”, mas sem os frutos do espírito (Gl 5).

Características De Um Verdadeiro Avivamento

A) Processo de arrependimento, abandono da prática do pecado.

B) A prática de santificação é restaurada, e glorifica-se a Deus em tudo que se faz.

C) O cristão está sempre em busca de apresentar a Palavra de Deus, com intuito de provocar uma mudança do círculo familiar, social, e etc.

D) O cristão busca estudar e aprender sobre as Escrituras, e antes de tudo, viver o que já sabe.

E) A ânsia em cumprir a boa obra.

Quando ao ler o livro do profeta Neemias, encontramos um dos maiores avivamentos do Antigo Testamento. Esdras lê durante sete dias a Lei para o povo (Ne 8;9). Vê-se que a principal evidência de um avivamento foi o arrependimento de Israel, e a fome pela Palavra de Deus. Em Atos dos apóstolos, o segundo livro de Lucas, vemos uma igreja avivada por Deus. É o primeiro relato das obras dos discípulos no Novo Testamento, e nesse livro vemos os sinais de Deus, a exposição de sua Palavra, e o grande número de pessoas que cria e eram salvas.

Em At 11.26, lemos que “(…) por todo um ano se reuniram naquela igreja, e ensinaram muita gente; e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.” Foram, pela primeira vez, chamados de Cristãos, pois tinham as características de Cristo.

O avivamento sempre será fruto de uma obra do Senhor, que vem pelo ouvir a Palavra de Deus, com o intuito de gerar Salvação, como Romanos 10.13-15 nos ensina:

“Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas”.

Minha oração é para que nós venhamos a compreender o avivamento do Senhor e vivê-lo, pois essa é a vontade de Deus para todo aquele que crê.

Bia Machienzle

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!