bom pastor

“Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas; e elas me conhecem; assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai; e dou a minha vida pelas ovelhas. Tenho outras ovelhas que não são deste aprisco. É necessário que eu as conduza também. Elas ouvirão a minha voz, e haverá um só rebanho e um só pastor. Por isso é que meu Pai me ama, porque eu dou a minha vida para retomá-la” (João 10:14-17).

Devemos sempre contemplar a imagem de Cristo, como o bom pastor. Jesus, é a figura central do evangelho. É através de sua obra na Cruz do Calvário, e de sua vida em obediência ao Pai, que podemos ter livre acesso a Deus. O verdadeiro pastor cuida com amor, ternura e paciência de cada uma de suas ovelhas. Quando uma está machucada, ele cura suas feridas, quando está doente, e se afasta do rebanho, ele sai a sua procura, alegra se quando a encontra e a carrega nos braços em segurança.

Da mesma forma que existe o pastor, que cuida das suas ovelhas no campo, Cristo nos diz ser também um Pastor. Mas note, Ele não é um pastor qualquer, Ele é o Bom Pastor!

E o que faz de Cristo um “Bom Pastor”?

  • Ele é capaz de dar a vida por Suas ovelhas:
    O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas” (João 10.11). O apóstolo Paulo nos dá um exemplo de como se age com pessoas, mesmo cheio de problemas – e até fazendo oposição ao ministério, como foi o caso dos coríntios. A eles Paulo escreveu: “Eu de boa vontade me gastarei e ainda me deixarei gastar em prol das vossas almas. Se mais vos amo, serei menos amado?” (II Coríntios 12.15).
  • Ele ensina as ovelhas o modelo a ser seguido:
    Ele deixou o modelo para seguirmos a suas pisadas (I Pe 2:21). Não age como dominador sobre o rebanho, antes serve como um exemplo: “Nem como dominador dos que te foram confiados, antes te torna modelo do rebanho” (I Pedro 5.3).
  • Conhece cada uma das suas ovelhas:
    O Bom pastor conhece cada ovelha de seu aprisco, ele as chama pelo nome, e as conduz para fora. Não importa se são milhões de pessoas, Ele conhece individualmente cada uma delas; sabe de seus gostos, sentimentos e necessidades.
  • Tem Preocupação com a restauração de cada uma individualmente:
    Que vos parece? Se um homem tiver cem ovelhas, e uma delas se extraviar, não deixa para ele nos montes as noventa e nove, indo procurar a que se extraviou? E, se porventura a encontra, em verdade vos digo que maior prazer sentirá por causa desta, do que pelas noventa e nove, que não se extraviaram. Assim, pois, não é da vontade de vosso Pai celeste que pereça um só destes pequeninos” (Mateus 18.12-14).
  • É reconhecido por suas ovelhas:
    Tem sua voz reconhecida pelas ovelhas e Vai adiante delas, cada ovelha é única, por isso se uma se perde Ele sai a sua procura, Ele a toma pela mão, a conduz nos Seus braços. E ainda Jesus nos garante, que aqueles que ouvem a sua voz, jamais ouvirão a voz de um estranho, antes, fugirão dele, porque não conhecem a voz de estranhos (João 10.5). Jesus é o pastor que conduz suas ovelhas a vida eterna, e ninguém poderá arranca-las de sua mão. “Eu lhes dou a vida eterna, e elas jamais perecerão; ninguém as poderá arrancar da minha mão.” João 9:28
  • Mesmo ferido, ele nunca as abandonará:
    Ele foi tomado das suas ovelhas e ferido, mas não as abandonou (Mc 14:27b). Ele levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro (I Pe 2:24).

Jesus demonstrou ser o verdadeiro pastor, sendo um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus. Ele intercede por nós, roga pelas ovelhas que o pai lhe deu. Devemos confiar em nosso Bom pastor, senhor e salvador. Ele conhece nossas aflições, está ao nosso lado nas horas de dificuldade, confie no bom pastor. Ele é atencioso, pronto para ouvir.

 John Alves Fideles
Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!