Família Segundo O Coração de Deus

Quem nunca viu aquelas propagandas de margarina, onde uma família acorda toda feliz e sorridente e unidos vão desfrutar de um belíssimo e saboroso café da manhã, transparecendo ser uma família perfeita, a família margarina!

Minha família já foi chamada certa vez de “Família margarina”, por sermos cristãos, eu cuidar da casa e meu esposo além de trabalhar fora também ajudar a cuidar dos nossos filhos.

Mas confesso que não somos a família perfeita da propaganda de margarina, pois nem sempre estamos sorridentes como se nunca houvesse rusgas e desentendimento, ou como se nunca precisássemos chamar atenção das crianças (quem dera…). Se eu falasse que somos uma “família margarina” estaria sendo muito hipócrita!

Mas como é que tem que ser uma família cristã?

A própria Bíblia nos dá os parâmetros para como deve ser a família, de qual é o papel do homem e da mulher como esposo e esposa, deles com casal e pais e de como os filhos tem que se portarem.

Em Efésios 5. 22-33 Deus nos dá diretrizes de como deve ser o lar cristão; a esposa sendo submissa ao seu esposo e o marido amando sua esposa a ponto de, se preciso for, dar sua própria vida por ela. O pilar que sustentará o casal é ambos fazerem não para si nem para o outro, mas como que ao Senhor, ao próprio Deus.

Na 1ª Epístola de Pedro 3. 1-7 também há vários parâmetros para o casal cristão, de que além da mulher ser submissa ao seu marido, que sua preocupação não seja com a aparência externa, mas sim com o interior do seu coração, com suas virtudes cristãs, assim como vemos em Provérbios 31, que ela possa ser uma mulher em que seu marido a possa louvar com seus lábios por ela ser uma esposa confiável, discreta, piedosa, sábia no seu falar e uma boa dona de casa sabendo administrar bem a economia doméstica.

Aos maridos é lhes dito para viverem a vida comum do lar, para saberem o que se passa dentro de casa, ter consideração por sua esposa tratando-a com respeito como sendo a parte mais frágil.

O interessante é que finda esse ensino dizendo para o casal seguirem pois homem e mulher, esposo e esposa são “herdeiros da mesma graça de vida para que não se interrompam as sua orações.”

A Palavra de Deus também ensina em Efésios 6. 1-4 de como os filhos devem tratar os seus pais, com obediência e honra, lembrando ainda que este é o primeiro mandamento da bíblia com promessa, de que, quem honrar pai e mãe terá longevidade sobre a face da terra.

E também é ensinado aos pais de que devem educar seus filhos na disciplina e admoestação do Senhor sem os provocar levando-os a ira.

Vemos que em todos os papéis, para todos os membros da família é ensinado de que tudo o que fazemos e de que como vivemos é PARA O SENHOR!

 O primeiro lugar para o crente exercitar sua fé em Cristo é dentro do seu próprio lar, e para que se alguém ainda não foi ganho para Cristo, através do bom testemunho venha a conhecer a graça do no Senhor. (1 Coríntios 7. 14)
O ideal da família cristã não é ser com uma “família margarina” mas vai além, é ser uma família onde há sempre o exercício do perdão, um lugar onde mesmo que haja (e haverá) erros, o perdão prevaleça, onde amor de Deus seja visto e vivido acima de tudo.
Que possamos buscar compreender os papéis de cada membro dentro de casa, da esposa em ser uma mulher segundo o coração de Deus, do marido em viver como o líder cristão do lar e dos filhos em ser a coroa de seus pais, alegrando os em viverem para a Glória de Deus.

Que Deus tenha misericórdia de nossas vidas, de nossas famílias.

Na paz do Senhor.

Grácia Donadeli

http://www.meditacoescotidianocristao.com.br/

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!