Estupro Coletivo- A Evidência da Depravação Moral do Homem

Estarrecido é a palavra que define meu sentimento face ao execrável caso do estupro coletivo ocorrido nesta semana, em uma comunidade na cidade do Rio De Janeiro. Caso este em que uma jovem de 16 anos foi estuprada por mais de 30 homens, que além da barbárie do ato, postaram em redes sociais as fotos da jovem com comentários terríveis demonstrando orgulho pelo ato cometido.

Mais triste ainda foi eu receber no meu WhatsApp mensagens com fotos e o vídeo do estupro, oriundo de “irmãos” moralistas dizendo que a culpa é da menina que foi andar onde não devia. Em conjunto com isso, vi diversas mensagens na internet carregadas de hipocrisia, falta de senso de realidade e  fuga do problema real, o que considero ser a origem do problema: a depravação do homem.

Casos como estes, e muitos outros que não circulam nos veículos midiáticos, colocam em evidência o qual terrível é a depravação humana. Não há limites! Valores morais totalmente deturpados ao ponto de que um crime hediondo é exposto com orgulho para muitos, e que tentam “dar o exemplo” de que o crime é motivo de orgulho.

Sociedade corrompida, distante de Deus, longe da verdade do Evangelho, sem arrependimento, e perdida no pecado. Esses são os dias de nossa realidade. Dias em que o amor esfriou no coração de muitos. Dias em que há orgulho em ser mal.

Dias em que o falso moralismo cristão vem à tona com os comentários do tipo “ Se tivesse na Igreja, isso não teria acontecido”, como se algo pudesse justificar esse crime absurdo, como se uma mulher que frequente um ambiente (seja lá qual for) desejasse ou tivesse qualquer tipo de predisposição ou aceitação em ser estuprada. Não estou dizendo que devemos fechar os olhos para as características da circunstâncias, mas que, como cristãos, devemos olhar para o que realmente importa diante de uma tragédia acontecida.

Tristemente, a causa do problema é ignorada. Discute-se a “cultura do estupro”, mas não atacam o problema. Problema este que poderia ser resolvido se o Evangelho de Cristo fosse presente na sociedade.

Então eu oro. Oro para que a vítima tenha a saúde restabelecida e preservada, e que ela consiga seguir a vida com a ajuda de Deus, e que ela não paralise seus objetivos por conta do trauma sofrido. Oro para que os agressores se arrependam deste ato infame, e que se convertam, e que abandonem os seus maus caminhos, e que paguem suas penas diante da sociedade.

Oro para que o falso moralismo cristão saia de nosso meio, e que possamos ter lucidez para lidar com essas tragédias que ocorrem em nosso cotidiano, com amor, acolher as vítimas, oferecer a resposta do Evangelho de Cristo e livre de culturas exteriores e preconceitos.

Oro… para que o Senhor alivie nossas almas nesses dias de frieza.

Que o Senhor Nos Ajude!

Pr. Marco Aurélio Cicco

  1. 27 de maio de 2016

    Na verdade é a depravação moral em geral não apenas do homem também da mulher. Pois eu não posso andar por ai nas madrugadas semi nuas provicando o inimigo não é? Pois nois mulheres temos quer ter pudor ao se vestir e pra onde vamos pois a bíblia nos adverte pra que não tentarmos os perigos da vida ingual na passagem que o diabo no deserto manda Jesus a pular do alto monte porque deus enviaria anjos para socorre-lo a resposta d e jesus foi não tentará o senhor teu Deus e esse ensino serve pra nois pois vivemos numa sociedade promiscua devassa que os valores morais estao a cada dia sucubindo e as nissas mulheres estao caindo nesse erro de tentar i perigo como sair sozinha para um lugar perigoso andar semi nua isso tudo é atrativo para uma mente perversa como dos homem hoje em dia que passa quase o dia todo vendo pornografias em seus celulares e depois se depara com uma mulher o tentando é obvio que irá acontecer o pior. Ao decorrer das décadas um grupo feministas foi criado com um proposito de vulgarizar as mulheres e nossas mulheres estão dando ouvido e caindo em ciladas pois estão dando voz ao próprio diabo que está agindo atrás desses grupos para depravar e destruir nossas mulheres .vamos olhar povo de deus com um olhar espiritual e ver que a muita coisa por trais disso .

    • 27 de maio de 2016

      Vania, a questão não está nas circunstâncias, mas sim nas origens. Veja bem, lugares em que as mulheres cobrem 98% do corpo têm alto índice de estupros. A maldade também está no olho de quem vê. Sobre este texto, tratamos da prioridade, que é a vítima que sofreu um trauma que será muito difícil de passar. A solução é apenas uma: o Evangelho de Cristo.

    • 27 de maio de 2016

      É irmã…

      Parece que a senhora não entendeu, mas seu comentário serviu direitinho como exemplo de “falso moralismo cristão”.

      Agradecemos por servir como exemplo.

  2. 28 de maio de 2016

    boa noite

  3. 28 de maio de 2016

    não tiro a razão do comentário da irma vania, saiu um vídeo dela em uma favela com armas e tal,e os cara falando que foi ela que chamou os cara falando que podia iir que ela aguentaria, claro que não tem base 30 homens com um mulher. mais a pessoa tbm nao tem um pingo de noção do perigo vai carregar esse trauma ai por muito tempo na vida.isso nao justifica cometer tal ato neh. como culpados tem que pagar pelos erros que cometeram, mais tbm inocentar a menina de toda a culpa tbm nao tem como

  4. 28 de maio de 2016

    Sim, a oração cura feridas profundas. Que Deus SOCORRA, LIVRE, ACALME, REFUGIE, tantas que são vítimas de estupro. Muitas crianças também sofrem abuso todos os dias dentro de suas casas e a sociedade nem se quer clama a Deus. O Clamor a Deus tem sido egoísta, apenas para o próprio bem e os de “casa”. Não que não seja importante, orar pelos nossos. Mas muitas vezes parece que essas pessoas não estão ali para servir e sim para ser servidos. Missões? Poucos que se propõem a fazer. Igrejas? Luxuosas, enquanto muitos passam fome (lembrando, que a igreja somos nós). Infelizmente essa é uma crua realidade que eu não queria enxergar. Porem minha esperança não é na sociedade, nem em falsos cristãos ou falsos moralistas, ela está em Jesus, o socorro para os que sofrem, para os que estão esquecidos. O REI ESTÁ VOLTANDO.

  5. 28 de maio de 2016

    Me dói o coração isso que aconteceu com ela ?comigo aconteceu a mesma coisa tem um tempinho..E as marcas que ficam..É horrível o sentimento…imagina no caso dela que foi exposta em vídeo, foto . ????

  6. 28 de maio de 2016

    São tantos shows, tantos congressos, tantas marchas, tantos templos, tantos cultos, tantas missas, tantos tudo e nada do verdadeiro evangelho reflete na sociedade…
    Como mãe e com filha na mesma idade, que dor, que sofrimento… Que Deus alcance com graça e amor. Que através dessa triste realidade pessoas (eu) possam enfrentar seus preconceitos e estender a mão para essa menina e para seu bebê.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!