Do Pai e Do Filho

A quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo – Hebreus 1:2

O propósito principal do autor é nos ensinar que Jesus é Deus. Em ordem para fazer isso, ele explica a relação ente Deus o Pai e o Filho.

É o plano do Pai que o Filho receberia todas as coisas. Isto poderia ser comparado a situação onde um grande rei que nomeia seu filho para governar seu reino. O filho talvez não governe imediatamente, porém existe a total certeza de que, no tempo certo, o desejo do pai para o seu filho acontecerá. O pai tem declarado que ele não dividirá o país entre vários governantes. Todas as coisas pertencem ao seu filho.

Uma vez dito isto, ainda que o exemplo de um rei e seu filho nos ajude a compreender, em parte, o propósito e desejo de Deus, também é certo que tem suas limitações. Temos que perceber e realizar-nos que o filho de Deus tem sempre existido. Deus – o Pai, o Filho e o Espírito Santo – sempre tem existido desde eternidade passada a eternidade futura. Ele sempre tem estado aí. Ele é um Deus, agora e sempre. O Pai não criou o Filho. Porém o Pai enviou o Filho ao mundo.

Deus fez isso no inicio quando Ele criou o mundo. Em Gênesis 1, lemos sobre isto, Ele falou Sua palavra. Assim Ele criou todas as coisas pela Sua palavra, Em João 1:14, o apóstolo nos ensina que a palavra é o próprio Filho de Deus.

Nunca deveria nos surpreender aos cristãos que Deus criou o mundo. Tampouco deveria nos estranhar que Ele volte para governar Sua criação. Nos devemos esperar Deus criar e governar. Ele não seria Deus se não fosse capaz de fazer estas duas coisas.

Agora, um fato que sempre nos maravilha é o fato de que o Filho de Deus estivesse disposto a nos resgatar do pecado, destruir o poder de satanás e nos salvar da morte. Principalmente, porque éramos os inimigos de Deus. Sobretudo devido a que os inimigos de deus eram destruídos no Antigo Testamento. Porém, os evangelhos nos surpreendem com a encarnação de Deus. As nações e os povos tinham abandonado a lei de Deus e adoravam outros deuses diferentes ao único e verdadeiro Criador do Universo. Contudo o amor de Deus nos mostra um Deus que não tem esquecido o mundo, nem a Criação, deus ainda amava o mundo, assim que enviou Seu Filho Unigênito, Jesus (João 3:16). Ele enviou Jesus a salvar as pessoas que não merecia sua ajuda.

Bispo Josep Rossello

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!