Como Lutar Pela Fé na Escuridão

Três lições para a depressão

Eu muitas vezes disse que a depressão é como usar óculos coloridos. Em toda parte que você olhe, as coisas parecem escuras. Sombria. Preta. Sem esperança. Indefesas. A sala de espera para a depressão diz, “Abandone a esperança, vós que entram aqui.”

A depressão é uma aflição física e espiritual. Neurônios e sinapses não conseguem disparar corretamente, levando a desequilíbrios químicos no cérebro. Esses desequilíbrios fazem com que a pessoa deprimida se sinta horrível, como se todo o mundo fosse uma catástrofe crua, pairando sobre as profundezas do desespero. Quando tudo é uma catástrofe, é fácil para a fé vacilar e tropeçar.

Normalmente, a prescrição para a fé é algo simples. Lemos as promessas de Deus, e elas se difundem em todo o nosso coração, e então abraçamos-as plenamente. Quando abraçamos essas promessas, nossa fé aumenta. Quando temos mais fé, muitas vezes há um sentimento físico de encorajamento e esperança.

“A depressão faz com que uma pessoa sinta apenas tristeza e desespero, não importa o que eles estão pensando.”

Mas com a depressão clínica (e a maioria das outras formas de doença mental), as coisas não funcionam dessa maneira. A depressão geralmente faz com que uma pessoa sinta apenas tristeza e desespero, não importa o que ela esteja pensando. E encher sua mente com as promessas de Deus é necessário, mas geralmente não altera a maneira como você se sente. É como ter uma enxaqueca. Acreditar na palavra de Deus é essencial, mas não vai tirar a enxaqueca (normalmente).

Da melancolia em direção à alegria

Quando tudo que você sente é melancolia, torna-se muito difícil ter esperança, não importa o que você lê nas Escrituras. Como alguém que trabalhou sob muita depressão e ansiedade ao longo da minha vida, eu sei que geralmente não ajuda falar para uma pessoa deprimida: “Confie mais na palavra de Deus!”

Então, se você está deprimido, como você pode lutar pela fé? Como você pode acreditar enquanto tropeça no escuro? Aqui estão algumas coisas que me ajudaram.

1. Distinguir entre fato e sentimento.

A coisa mais importante que eu aprendi é que 90% do tempo no meio da minha depressão, meus sentimentos têm conexão zero com a realidade. Isso é fundamental quando você está no pântano da doença mental.

Sinto-me mal porque algo está seriamente errado com o meu corpo. Porque meu cérebro está se rebelando – não porque está tudo em pedaços. A realidade está fora do meu cérebro quebrado. É definido pela palavra de Deus. É sólido. Objetivo. Imutável. Se eu tentar processar minha vida ou circunstâncias através da lente escura da depressão, ficarei aterrorizado.

Se você está deprimido, pode ser perigoso avaliar qualquer coisa em sua vida. Não examine suas circunstâncias ou amizades ou perspectivas para o casamento. Posso assegurar-vos que interpretará mal a realidade.

Em vez disso, simplesmente diga: “Estou deixando isso para Deus por agora. Eu vou pensar sobre isso mais tarde e confiar nele para lidar com isso. Deus é bom. Ele é fiel. Ele te ama mesmo que não o sinta. Ele pode lidar com sua vida, mesmo quando você não pode.

Lembre-se, fé não é um sentimento. Fé é simplesmente acreditar que Deus fará o que ele disse mesmo quando não parece ser isso. Eu posso garantir que quando você está deprimido, não vai sentir como Deus é fiel. Mas esse sentimento simplesmente não é verdade. Não acredite!

João Calvino, um pastor agudamente sensível ao sentimento imperfeito de nossa fé, disse que a verdadeira fé “se apega tão rapidamente às partes mais íntimas que, por mais que pareçam estar abaladas ou dobradas desta maneira ou de outra, sua luz nunca é extinta ou lançada para fora, mas se escondem como se estivessem debaixo das cinzas “(As Institutas). Como Davi ora no Salmo 139: 11-12, nossa fé muitas vezes pode escapar de nossa vista, mas não escapa de Deus que a deu em primeiro lugar.

Separe seus sentimentos da verdade.

“A depressão transforma nosso cérebro em uma turbulenta massa de meias verdades e percepções distorcidas”.

2. Encontre um amigo para lembrá-lo da verdade.

A depressão deixa você preso dentro de sua cabeça. Seu cérebro se torna uma turbulenta massa de meias verdades e percepções distorcidas. Acima parece para baixo; A verdade parece mais estranha do que a ficção. É impossível pensar direito. É como olhar de cabeça para baixo em uma sala de espelhos escuros.

Durante esses tempos, precisei de alguém que me dissesse a verdade. Não de forma corretiva ou como uma exortação, mas simplesmente como uma âncora. Preciso de alguém para dizer: “Escute, aqui está o que é verdade”. Eu sei que não vejo a verdade, mas é verdade. Agora, você sente que está condenado. Mas Deus está com você. Ele te ama e não te deixa ir.

Se você está deprimido, uma de suas maiores tentações é se fechar para as pessoas. E eu entendo isso. É realmente difícil deixar as pessoas entrarem na gaiola de sua vida. Mas você precisa de alguém para lembrá-lo suavemente do que é real; Um amigo fiel para percorrer o vale da depressão com você.

Quando seu amigo lhe fala a verdade, lhe dá algo para se agarrar nos momentos de escuridão, não acredite no que sua mente está lhe dizendo. Acredite nas palavras de seu fiel amigo.

“Apenas vinte minutos no sol podem fazer maravilhas para o cérebro escurecido e a alma afundada.”

3. Dê a luz do sol à alma.

Há uma conexão íntima entre o corpo e a alma. O corpo frequentemente mostra o caminho a seguir e a alma segue na esteira. Quando seu corpo está profundamente doente, ele puxa sua alma para baixo, como um peso amarrado em torno do tornozelo.

Descobri que um dos métodos mais eficazes para aumentar minha fé começa com meu corpo. Quando me exercito ou vou para uma caminhada ou sento-me ao sol, meu corpo se sente melhor. Bombeia sangue e oxigênio através do meu corpo, refrescante e nutritiva. Quando me sinto melhor, penso mais claramente e vejo as coisas com mais precisão.

Quando penso mais claramente, posso mais facilmente processar e abraçar as promessas de Deus.

Quando abraço as promessas de Deus, minha fé cresce.

Charles Spurgeon, que muitas vezes lutou contra a depressão, disse:

“Um dia de ar fresco sobre as colinas, ou umas poucas horas de caminhada na calma sombra das madeiras de faia, varreriam as teias de aranha do cérebro de dezenas de nossos ministros de trabalho que agora estão apenas meio vivos. Um bocado de ar do mar, ou uma caminhada dura no rosto do vento, não daria graça à alma, mas daria oxigênio ao corpo, que é a segunda melhor coisa.”

Se você está deprimido, abrace o sol. Vá para uma caminhada ou uma corrida. Sente-se em sua varanda e sinta o calor em seu rosto. Beba seu café e veja o nascer do sol.

Isso pode não te agradar. Você vai querer furar na escuridão do seu quarto ou ficar na cama. Mas apenas vinte minutos no sol pode fazer maravilhas para o cérebro escurecido e a alma afundada.

“Deus te ama mesmo que você não o sinta. Ele pode lidar com sua vida mesmo quando você não pode.

Um aperto mais forte do que o seu próprio

Em última análise, sua esperança na depressão depende de Jesus. Ele está te segurando, mesmo quando parece que você está caindo livremente. Você pode estar no escuro, mas o seu Pastor está caminhando ao seu lado. Ele sabe o que é ser oprimido pela dor e engolido pela desolação.

Seu aperto na vida pode vacilar, mas Seu controle sobre você não.

Por  Stephen Altrogge

Traduzido pela equipe do Ministério Evangelho Inegociável

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!