Até onde vai o seu Cristianismo-

Um cristão não é alguém que frequenta a igreja aos domingos, ou em alguns dias da semana, e no restante do tempo vive uma vida secularizada. As atividades eclesiásticas são importantes, não quero desmerecê-las, quero convidá-lo a perceber que o Cristianismo deve pautar cada área da nossa existência, até os nossos pensamentos; tudo o que vier a ser dito, ou feito, será uma extensão daquilo que realmente está dentro de nós. Ser cristão é algo intrínseco ao seu ser. Erroneamente, muitas pessoas acreditam que só podem exercer sua vida cristã dentro da instituição, como se isso fosse apenas um papel social restrito, e isso é prejudicial, visto que no discorrer das atividades diárias, sua rotina, seus afazeres e suas decisões partem de abstrações ou são isentas de significação bíblica.

Ao encarar a política, a sociedade, a cultura, diretrizes do Estado, a educação, o entretenimento, ou qualquer outro tema do cotidiano, será que fazemos de fato um filtro necessário? Ou será que desenvolvemos um raciocínio a partir da Escritura? Se demonstrassem a você que os gêneros (feminino e masculino) são construções sociais e não algo biológico, qual teu posicionamento? Se afirmassem a você que todos os caminhos levam a Deus, qual seria teu argumento? Partiria de pressupostos cristãos face às perguntas ou relativizaria a verdade? E foi por relativizar tanto, que o povo de Deus, observando a história, em muito falhou. E olhando para relatos bíblicos sobre Israel, veremos que muitas áreas não apresentavam indícios de um povo que racionaliza a partir de ensinamentos do Senhor.

Nossa vida cristã não deve ser escondida, privada, ou guardada para ser somente exercida dentro da igreja. Não estou te convidando a viver semelhante a um hipócrita, como os que iam orar nas sinagogas a fim de serem vistos (Mateus 6:5), estou te convidando a submeter cada área da tua vida a Deus, e a partir dos pressupostos da bíblia para qualquer decisão. Não tenha vergonha do nome de Jesus, não se sinta acuado a responder algo partindo dos ensinamentos sagrados, não tenha medo de professar aquilo que você acredita, mesmo que diariamente ou com frequência seja interpelado por discursos contrários. Influencie o mundo, mas não deixe o mundo influenciar você! Mas por que não? É simples:

‘’Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno.’’ (1 João 5:19)

O verbo jazer significa permanecer, estar como morto, deitado, ou prostrado. Todas as áreas da sociedade foram contaminadas pelo pecado, não espere coerência de um mundo dado naturalmente ao declínio. Lembre-se:

‘’ Vós sois o sal da terra; ora, se o sal vier a ser insípido, como lhe restaurar o sabor? Para nada mais presta senão para, lançado fora, ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte; nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa. Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vossa Pai que está no céu.’’ (Mateus 5:13-16)

Sobre ser ‘’luz do mundo’’ como o texto supracitado menciona, Lutero escreveu:

‘’[…] Cristo não quer que esse ministério seja exercido às escondidas ou, somente, em determinado lugar, mas que seja levado publicamente pelo mundo afora. ’’ (Obras Selecionadas 9,75-76)

Mas como viver em um mundo que faz um expurgo visível de Deus e que reflete os danos do pecado e da queda, e que disso também se orgulha? Há um trecho da Carta a Diogneto, observado enquanto documento literário e histórico, que nos diz como viviam os cristãos da igreja primitiva:

‘’ Os cristãos, de fato, não se distinguem dos outros homens, nem por sua terra, nem por sua língua ou costumes. Com efeito, não moram em cidades próprias, nem falam língua estranha, nem têm algum modo especial de viver. Sua doutrina não foi inventada por eles, graças ao talento e a especulação de homens curiosos, nem professam, como outros, algum ensinamento humano. Pelo contrário, vivendo em casa gregas e bárbaras, conforme a sorte de cada um, e adaptando-se aos costumes do lugar quanto à roupa, ao alimento e ao resto, testemunham um modo de vida admirável e, sem dúvida, paradoxal. Vivem na sua pátria, mas como forasteiros; participam de tudo como cristãos e suportam tudo como estrangeiros. Toda pátria estrangeira é pátria deles, a cada pátria é estrangeira. Casam-se como todos e geram filhos, mas não abandonam os recém-nascidos. Põe a mesa em comum, mas não o leito; estão na carne, mas não vivem segundo a carne; moram na terra, mas têm sua cidadania no céu; obedecem as leis estabelecidas, as com sua vida ultrapassam as leis; amam a todos e são perseguidos por todos; são desconhecidos e, apesar disso, condenados; são mortos e, deste modo, lhes é dada a vida; são pobres e enriquecem a muitos; carecem de tudo e tem abundância de tudo; são desprezados e, no desprezo, tornam-se glorificados; são amaldiçoados e, depois, proclamados justos; são injuriados, e bendizem; são maltratados, e honram; fazem o bem, e são punidos como malfeitores; são condenados, e se alegram como se recebessem a vida. Pelos judeus são combatidos como estrangeiros, pelos gregos são perseguidos, a aqueles que os odeiam não saberiam dizer o motivo do ódio.’’   (Capítulo 5 – Os mistérios cristãos – Carta a Diogneto).

A descrição do viver dos cristãos dessa carta me faz recordar muito o contexto atual do mundo e de como os cristãos devem portar-se; o nosso viver deve ser diferente. Até onde tem ido o Cristianismo na tua vida? Cristo não é um amuleto ou um lembrete do domingo, mas a Razão principal da nossa existência. Não há viver sem Cristo. E te convido a significar cada área da tua vida com Ele.

Em Cristo, Lariane.

Referências:

Bíblia Sagrada com reflexões de Lutero. SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2012.

EPÍSTOLA A DIOGNETO (ÍNTEGRA). Disponível em: http://www.prazerdapalavra.com.br/component/content/article/1330/662-eptola-a-diogneto-egra.HTML. Acesso em: 12/06/2017

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!