10 Puritanos que você deveria ler

Muito tem sido escrito e publicado sobre os puritanos nos últimos anos. Porém, poucos tem lido as fontes originais. Em outras palavras, poucos tem lido o que os puritanos escreveram do seu próprio punho e letra. Possivelmente, porque nem existe tanta literatura puritana em português. Existe autores que escrevem sobre os Puritanos. Existem autores contemporâneos e modernos que são chamados erroneamente de puritanos, porém temos pouca literatura de autores puritanos.

Os puritanos são um movimento amplo que surge dentro da Igreja da Inglaterra no reinado de Elizete I e acabou desaparecendo uns anos depois de 1662. Contudo sua herança teológica, política e social continua presente em meio das culturas ocidentais. Nem todo foi digno de ser elogiado, contudo tem sim muito a ser aprendido deles.

Estes dez puritanos foram usados pelo Senhor para me ajudar a crescer na graça e no conhecimento do Senhor, Jesus Cristo. Evidentemente, existem outros que poderiam estar na lista. Contudo, decidi somente mencionar dez puritanos entre muitos.

1. John Foxe (1516 – 1587) – Ele escreveu um clássico cristão, O Livro dos Mártires. Este livro te ajudará a conhecer a vida de cristãos que entregaram suas vidas em favor da fé Cristã.

2. William Perkins (1558–1602) – Ele escreveu vários livros que foram ótimos. Ainda que não li todos os seus livros, muitos dos que li são recomendáveis, porém de todos eles recomendou, A Reformed Catholic. Este livro foi essencial para voltar a ser anglicano.

3. Lewis Bayly (morreu 1631) – Autor de um dos grandes clássicos puritanos, A Prática da Piedade.

4. John Davenant (1572 –1641) – Sem nenhuma dúvida, A Dissertation On The Death Of Christ é a obra a ser lida por este grande teólogo que participou no Sínodo de Dort.

5. Joseph Hall (1574 – 1656) – Este autor também esteve presente no Sínodo de Dort. O livro dele que recomendou para a leitura é The Way of Peace.

6. Richard Sibbes (1577–1635) – Sem nenhuma dúvida, o livro para ser lido deste autor é O Caniço Ferido. Você poderá encontrar de graça online.

7. James Ussher (1581 – 1656) – Uma das primeiras teologias sistemáticas forma escritas por este autor, The Body of Divinity.

8. John Preston (1587–1628) – A obra recomendada deste autor é The New Covenant.

9. Edward Reynolds (1599 – 1676) – Sua exposição do Salmo 110 é excelente, An explication of the hundred and tenth Psalm.

10. Richard Baxter (1615 –1691) – Um dos clássicos deste autor deveria ser leitura obrigatória para todos os pastores, Manual Pastoral de Discipulado.

Todos estes puritanos foram fiéis membros do clero da Igreja Anglicana, já seja na Igreja da Inglaterra ou na Igreja da Irlanda. Inclusive, cinco deles chegaram a ser bispos e um deles arcebispo no Anglicanismo (Bayley, Davenant, Hall, Ussher, e Reynolds). É mais, dois deles participaram ativamente no Sínodo de Dort, enquanto outros na Assembleia de Westminster. Porém, são poucos conhecidos e menos ainda lidos. Se realmente desejamos conhecer o que os Puritanos acreditavam e ensinavam, precisamos deixar de ler fontes secundarias e nos submergir nas fontes primarias.

Bispo Josep Rossello

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2016 Evangelho Inegociável | porAgente Host.
Topo
Siga-nos:             
error: Content is protected !!